Operação Cavalo Manco

09/09/2019

Nos últimos 24 anos, nós brasileiros e colinenses, fomos dormir sabendo quem era o prefeito eleito (ou reeleito) da cidade. A urna eletrônica é a responsável por essa mudança nas últimas eleições.
O que se nota em Colina é um grupo, que está há mais de 20 anos no poder, bater no peito e afirmar com todas as letras, ou melhor, com todos os números, a diferença do candidato X (situação) para o Y (oposição). São categóricos em afirmar: “diferença de 3500 a 4 mil votos na urna”.
Você eleitor já deve ter ouvido isso. Eu mesmo já ouvi e muito, principalmente, em tempos de eleições. 
Mas aí você deve perguntar-se: “Como sabem?”, “nossa eles sabem de tudo!”, “Eles têm o controle e sabem até o nome do nosso cachorro”, “Equipe experiente”, etc. e tal.
Aí o resultado sai: e os 3500 votos a 4 mil é certeiro!
Como sabem do resultado? 
Como na abertura das primeiras urnas (2 a três urnas) já estão comemorando soltando fogos?
Sinto informar, mas não existe matemática ou gênio para chegar a esse feito. Nem mesmo algum cientista político é capaz de tamanho feito, adivinhar os votos antes mesmo de o resultado sair.
Estamos de olho e trabalhando. E, aviso aos navegantes do mar da safadeza: Fiquem espertos, vão na fé, na coragem, que vença aquele ou aquela que o eleitor escolher, e seja o que Deus quiser, porque ao contrário, a casa vai cair e na capital do cavalo, coronéis vão cair da sela.
Quem avisa nem sempre amigo é. 
Sem mais.

 

Please reload

O POVO TV

siga o Jornal O POVO
  • Facebook B&W
 POSTS recentes: 
Please reload

 procurar por TAGS: 
Please reload

Lilia Cristina da Silva Anastácio Edição de Jornais - ME. | Av. Santos Dumont, nº 1833 | Bairro Aeroporto | Barretos – SP | CEP 14783-115 | Tel: 17 3323.4960

© 2019 - Jornal O Povo Online - Todos os direitos reservados. Max Neves

  • Facebook B&W