Quando o período eleitoral se aproxima

02/09/2019

 

Quando o período eleitoral se aproxima é hora de ficar de olho nas pessoas que lançam sua candidatura. Como eleitores, devemos fazer pesquisas, conhecer nossos candidatos e também ir votar. Mas você sabe quais as consequências do seu voto em cada candidato?
Por que o candidato eleito muda a minha vida?
Votar é um ato de cidadania e de engajamento coletivo, além de ser uma ferramenta de transformação social. Longe de serem meramente figuras representativas, os políticos que a maioria dos cidadãos elege, possui papel de grande relevância, na proporção de suas funções, e influenciam de maneira direta em muitas coisas que ocorrem em nossa cidade. 
É importante que o eleitor tenha em mente que a pessoa que está recebendo o seu voto na urna o representa em vários aspectos: política, social e moralmente. 
Entretanto, é importante destacar que o eleito tem um papel significativo sobre a vida de todos os cidadãos, incluindo os que não votaram ou votaram em nulo ou em branco. Aquela velha frase “Se você não gosta de política, será governado por quem gosta dela”, pior, por aqueles que vivem de politicagem.
Atente para os próximos candidatos a vereador, até porque as leis municipais passam pelos vereadores para serem aprovadas, assim como as leis federais passam pelo Congresso Nacional, mas de um processo diferenciado.
Além de cuidarem das leis, também fiscalizam as ações do prefeito e as contas públicas do município. Lógico que aqui em nossa cidade isso está longe de acontecer. A grande maioria do legislativo serve apenas para obedecer ao grande cacique “Faz Nada”.
Lamentavelmente, em nossa cidade, o Legislativo é controlado pelo Executivo. Se os velhos coronéis perdem as eleições, já lançam a ideia de “travar o governo”. E o vereador aliado que pender para o lado do prefeito eleito, contrário (oposição) ao coronelismo (votando em favor da população) sofrerá as consequências: expulsão do partido por infidelidade partidária, etc. E é ameaçado de perder o mandato. Resumindo: o Legislativo não trabalha para o povo, trabalha para um grupo. 
Uma votação sem consciência cidadã e democrática pode ter impactos sociais muito negativos para a cidade. Veja o nosso caso; uma cidade sem geração de emprego.
“A culpa dos políticos serem ineficientes é nossa, eles não fazem nada pelo povo, porque sabem que são igual a cavalos em desfile de 7 de setembro: vão cagando e andando para os problemas e ainda sendo aplaudidos pelos eleitores a cada eleição”. (Adilson Freitas)
Em suma, é de extrema importância que conheçamos todos aqueles que recebem nosso voto; seu passado, as ações que apoia e suas atividades após eleito, mesmo que quem assuma não seja o candidato no qual votamos, porque o que está em jogo é o futuro da cidade na qual todos nós vivemos.
Faça parte da transformação!

Please reload

O POVO TV

siga o Jornal O POVO
  • Facebook B&W
 POSTS recentes: 
Please reload

 procurar por TAGS: 
Please reload

Lilia Cristina da Silva Anastácio Edição de Jornais - ME. | Av. Santos Dumont, nº 1833 | Bairro Aeroporto | Barretos – SP | CEP 14783-115 | Tel: 17 3323.4960

© 2019 - Jornal O Povo Online - Todos os direitos reservados. Max Neves

  • Facebook B&W