Perseguição Política Um mal que ronda nosso município

12/08/2019

A perseguição política é uma das formas mais covardes de tentar manter o poder sobre as pessoas. É um tipo de comportamento que só é atribuído a pessoas fracas e inseguras acompanhadas de um caráter duvidoso.
Fico realmente espantado ao ver o comportamento de certos agentes públicos que se acham acima da lei, imbatíveis, com superpoderes. Ingênuo, para não dizer “abobalhado”, acreditar que todo poder durará para sempre.
Inevitavelmente todo aquele que hoje está investido de poder, em algum momento voltará às funções de origem. Quem exerce cargo de confiança voltará ao seu cargo normal, quem é político eleito voltara a fazer parte da classe dos meros mortais. Tudo passa, inclusive, o poder que se julga ter sobre as outras pessoas. 
Aqui em nossa cidade, sofremos ameaças, perseguições das mais variáveis possíveis por nossas decisões de caráter político. 
O colinense de bem que quer realmente ver a cidade prosperar, sofre na pele. Temos inúmeros casos de “pedido de cabeças”, em todos os setores do comércio local, de Usina e Concessionária de Rodovia, até mesmo trabalhador rural, fez sombra e mostrar a vulnerabilidade de uma gestão medíocre, mexeu com o vespeiro. 
Coisa feia um gestor perder seu tempo em fazer igual àquelas criancinhas mimadas que na sala de aula, grita: “Professoraaaaaaaaaaaaaaaa, o fulaninho está mexendo comigo”. Pega o telefone e liga para marcar uma audiência com o Governador, deputados e empresários que queiram investir no município. Porque o líder inteligente e seguro usa seu tempo para buscar melhorias para sua cidade, seu povo.
Ao invés de ficar tentando ferrar com a vida das pessoas de bem, perde-se o tempo em administrar bem a cidade, trazer empregos e qualidade de vida para o povo. Mostre, prove que é capaz e que quem vai contra sua administração está errado, que tudo aquilo que escrevemos nessa coluna é fake, mostre ser um campeão de verdade. Mas mostre sabendo administrar, por que ao contrário vai servir de parâmetro para críticas fundamentadas.
É uma pena vermos pessoas com discursos tão cativantes indo na contramão de suas próprias palavras.
É impressionante como o dinheiro e o poder interferem no comportamento de certas pessoas, transformando-as em seres perseguidores e autoritários.
Contudo, diante de situações adversas é imprescindível manter a fé de que dias melhores virão. E, além da fé e da esperança de vermos a nossa terra em boas mãos, temos também que conhecer as leis. Dentro dessas perseguições cabe assédio moral e, com ele, todas as consequências. 
Quanto a nós cabe escrever aquilo que uma imprensa livre possa fazer de melhor, informar os cidadãos, sem ter que obedecer às ordens de ninguém. E, parar ou continuar com essa coluna, depende só de quem a escreve. Nenhum pangaré vai ditar ordens aqui!  

 

 

 

 

Please reload

O POVO TV

siga o Jornal O POVO
  • Facebook B&W
 POSTS recentes: 
Please reload

 procurar por TAGS: 
Please reload

Lilia Cristina da Silva Anastácio Edição de Jornais - ME. | Av. Santos Dumont, nº 1833 | Bairro Aeroporto | Barretos – SP | CEP 14783-115 | Tel: 17 3323.4960

© 2019 - Jornal O Povo Online - Todos os direitos reservados. Max Neves

  • Facebook B&W