Eleitor pode regularizar título gratuitamente no mês de julho

01/07/2019

 

A juíza Fernanda Martins Perpetuo de Lima Vazquez recebeu a imprensa nesta sexta-feira (28) na sede do Cartório Eleitoral de Barretos, para esclarecimentos diversos sobre o cadastramento biométrico, obrigatório para os eleitores de Barretos e Colômbia, a ser realizado até o final do ano.
Na oportunidade, a juíza confirmou que a partir da próxima segunda-feira, 1º de julho, até o final do mês, a Justiça Eleitoral disponibilizará um posto de atendimento eleitoral na unidade local do Poupatempo, que poderá atender até 80 pessoas por dia, entre 8 e 17 horas, de segunda a sexta-feira.
A juíza Fernanda Vazquez frisou que, somente no mês de julho, o eleitor poderá regularizar as pendências de eleição no ato do cadastramento biométrico, tanto no Cartório Eleitoral, como nos pontos de atendimento, mediante a dispensa de recolhimento das taxas de multa.
Para fazer a biometria é necessário levar um documento oficial e original de identificação, comprovante de residência dos últimos três meses e o título de eleitor, caso tenha.
A juíza também esclareceu que o cadastramento biométrico é importante, pois, “além do título de eleitor ser uma ferramenta de exercício de cidadania, através do voto, o eleitor que realizar o cadastramento poderá obter futuramente o documento nacional de identificação, o DNI, que englobará, a princípio, o RG, CPF e o próprio Título de Eleitor”.
Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até na última quinta-feira (27), dos 85.446 eleitores barretenses, 46.042 (53,88%) haviam feito o cadastramento biométrico. Em Colômbia, dos 5.923 eleitores cadastrados, 2.887 (48,74%) haviam realizado o cadastro biométrico de seu título.

Please reload

O POVO TV

siga o Jornal O POVO
  • Facebook B&W
 POSTS recentes: 
Please reload

 procurar por TAGS: 
Please reload

Lilia Cristina da Silva Anastácio Edição de Jornais - ME. | Av. Santos Dumont, nº 1833 | Bairro Aeroporto | Barretos – SP | CEP 14783-115 | Tel: 17 3323.4960

© 2020 - Jornal O Povo Online - Todos os direitos reservados. Max Neves

  • Facebook B&W