Procon orienta sobre listas de materiais escolares

28/01/2019

O Procon Barretos realizou pesquisa comparativa de preços de material escolar em cindo papelarias da cidade. 
O objetivo é mostrar ao consumidor as diferenças de preços que podem ser encontrados entre estabelecimentos e em marcas alternativas. Os pesquisadores alertam que os pais ou responsáveis devem realizar uma pesquisa antes de efetuar a compra. 
“Se algum consumidor se sentir lesado devido ao valor de algum material, devemos deixar claro que não cabe reclamação no PROCON, pois, não há preço tabelado de materiais escolares”, explicou a encarregada de Educação para o Consumidor, Márcia Neves Prieto.
O consumidor deve ficar atento aos preços de todos os produtos e verificar a diferença entre as marcas. “Encontramos uma variação de preço de 1.567%, com relação ao popular apontador, que varia de R$ 0,18 a R$ 3,00”, ressaltou a encarregada do Procon.
Segundo ela, o consumidor pode registrar sua reclamação sobre a lista de material escolar, se esta solicitar produtos que não seja de uso pedagógico. “Tais como material de limpeza e higiene”, destacou Márcia Prieto.
O consumidor que se sentir lesado deve comparecer no setor de atendimento do Procon no Poupatempo. “Após o recebimento da notificação a escola tem um prazo de 10 dias para apresentar uma resposta”, a encarregada do Procon. 

 

 

 

Please reload

O POVO TV

siga o Jornal O POVO
  • Facebook B&W
 POSTS recentes: 
Please reload

 procurar por TAGS: 
Please reload

Lilia Cristina da Silva Anastácio Edição de Jornais - ME. | Av. Santos Dumont, nº 1833 | Bairro Aeroporto | Barretos – SP | CEP 14783-115 | Tel: 17 3323.4960

© 2020 - Jornal O Povo Online - Todos os direitos reservados. Max Neves

  • Facebook B&W