Alunos da rede municipal participam do PROERD

12/03/2018

Começou na última segunda-feira (05), o PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência) em três escolas do munícipio. O programa vem sendo desenvolvido pela polícia militar no estado de São Paulo desde o ano de 1993, e, em Barretos, desde 1997. O PROERD é composto por 10 lições em sala de aula e a 11ª constitui a formatura, uma lição especial com a participação da família e da sociedade.
Segundo o cabo Marcos Mariano, que está responsável pelas lições em sala de aula, o objetivo do programa é prevenir o uso e abuso de drogas, através de orientação e conscientização dos efeitos provocados pela dependência de substâncias químicas, sejam elas lícitas ou ilícitas, encorajando as crianças, em idade escolar, a ampliar suas alternativas positivas. “Um aluno de uma escola que eu fui se identificou como filho de traficante e o pai está preso. Ele assistiu à aula com muita atenção e no final o aluno agradeceu e disse que o sonho dele era ser policial militar”, relatou Mariano. 
Segundo ele, ter feito este curso para ministrar essas aulas para as crianças de Barretos, foi muito renovador em sua vida. “Trabalhei com muitas pessoas que não têm mais o que fazer na vida, pois, o caráter já está formado. E agora trabalho com crianças a qual posso participar do caráter de um jovem, trazer ele para o lado bom da vida, e se tornar uma pessoa melhor e ter um futuro melhor”, declarou Mariano.

As três escolas que recebem o PROERD são: E.M. Professor Dorothovio do Nascimento, no bairro Zequinha Amêndola; E.M. Doutor João Ferreira Lopes, no bairro Rios; e E.M. Professor Luiz Castanho Filho no bairro Los Angeles.

 

 

Please reload

O POVO TV

siga o Jornal O POVO
  • Facebook B&W
 POSTS recentes: 
Please reload

 procurar por TAGS: 
Please reload

Lilia Cristina da Silva Anastácio Edição de Jornais - ME. | Av. Santos Dumont, nº 1833 | Bairro Aeroporto | Barretos – SP | CEP 14783-115 | Tel: 17 3323.4960

© 2020 - Jornal O Povo Online - Todos os direitos reservados. Max Neves

  • Facebook B&W