Espalha Samba distribuirá confetes e serpentinas gratuitamente em seu desfile carnavalesco

15/02/2018

“Espalha, espalha, o samba que é bom, sou da marchinha um eterno folião, de confete e serpentina, o Espalha Samba vai mantendo a tradição”.
Este é o refrão da marchinha oficial do Cordão Carnavalesco do Espalha Samba, composto por Patrício Augusto (letra), Daniel Boca Nervosa (melodia) e Suênio Spíndola (arranjo). E é nesta linha que realiza seu corso (desfile) neste sábado, 10 de fevereiro, com a passagem por três bairros: Celina, Bela Vista e Primavera, até chegar na Praça Primavera. 
Serão percorridos cerca de 1,4 mil metros, desde a concentração, a partir das 14 horas e, até a chegada apoteótica, serão distribuídos gratuitamente confetes e serpentinas para os foliões, além de geladinho sabores para as crianças.
“O carnaval está pronto e vem sendo trabalhado com intensidade desde outubro passado, com o planejamento elaborado logo após a terceira edição, em fevereiro do ano passado”, afirma o diretor de Logística e Infraestrutura, José Antônio da Silva, o “Zé da Acib”.
Desde o último final de semana, diretores do cordão intensificaram a divulgação corpo a corpo, com a distribuição de seis mil folders em bares, restaurantes, lanchonetes, na Quermesse da Capela de Santa Bakita, no Carnaval de Marchinhas da secretaria de Cultura, no Estádio Fortaleza, calçadão, lojas da região central e casa a casa, no perímetro das avenidas 31 a 43 – Avenida Mato Grosso até na rua 20.
“Temos uma divulgação maciça com os folders, que aliamos com as mídias sociais e mídias espontâneas, com todo apoio dos órgãos de comunicação de Barretos”, explica a assessora de imprensa, Luciana Gomes. “É um carnaval popular que une todas as classes sociais e fazemos questão da participação das pessoas. Nosso foco é resgatar as marchinhas, difundir o samba e fazer com que as pessoas saiam de casa, assistam, dancem juntos, se animando para seguir com foliões”, observa a diretora cultural, Luiza Sampaio.
O Espalha Samba levou para as ruas, em 2016, cerca de 200 foliões e, no ano passado, mais de 600. “Neste ano esperamos pelo menos manter, e se vierem mais pessoas será muito legal e divertido. Somente de camisetas oficiais serão mais de 110”, afirma o coordenador Patrício Augusto. 
Antes da partida do corso, o cordão entrega as faixas respectivas para a musa Tatiana Thomaz, o Embaixador Destão e a porta estandarte Selma Daniel, e fará homenagens com entrega dos troféus “Tributo Espalha” para Liberalina da Silva (Personalidade do Samba), Adão Ribeiro (Carnavalesco Primeira Linha), Lúcia Rodrigues da Silva (Carnavalesca Primeira Linha) e Aparecida da Glória Vieira (Foliã Simpatia e Animação). 

A concentração acontece na rua 10, nº 0271, entre as avenidas 35 e 37, no bairro Celina. Após a chegada na Praça Primavera, a Banda Espalha Samba faz uma pausa para apresentação da bateria Nota 10 da Escola de Samba Liberdade, comandada pelo mestre Sinésio. Na sequência, a Banda Espalha Samba volta a executar marchinhas. 
Na concentração e no percurso serão arrecadados leites para instituições sociais. Caso ocorra chuva forte a programação será desenvolvida na Estação Cultural “Placidino Alves Gonçalves”.

 

 

Please reload

O POVO TV

siga o Jornal O POVO
  • Facebook B&W
 POSTS recentes: 
Please reload

 procurar por TAGS: 
Please reload

Lilia Cristina da Silva Anastácio Edição de Jornais - ME. | Av. Santos Dumont, nº 1833 | Bairro Aeroporto | Barretos – SP | CEP 14783-115 | Tel: 17 3323.4960

© 2019 - Jornal O Povo Online - Todos os direitos reservados. Max Neves

  • Facebook B&W