Polícia

Polícia de Rio Preto prende homem condenado de estuprar a filha no Mato Grosso



Policiais civis do GOE (Grupo de Operações Especiais) prenderam nesta quinta-feira (2) um pedreiro de 40 anos condenado a 16 anos de prisão por estupro de vulnerável contra a própria filha, de 9 anos. O mandado de prisão foi expedido pela Justiça de Jaciara (MT), mas a prisão foi feita em São José do Rio Preto (SP).

O mandado de prisão foi expedido em setembro do ano passado e, desde então, policiais da região investigavam o paradeiro do pedreiro, já que havia informações de que ele estaria na região de Rio Preto.

As primeiras informações levaram os policias para Cedral, onde a investigação apontava que ele morava na cidade com a mulher e com a filha. Em novembro de 2019, inclusive, foi registrado um boletim de ocorrência na cidade relatando um novo estupro de vulnerável do pai contra a filha.

Mas depois se confirmou que ele ia para a cidade apenas aos fins de semana e de maneira discreta, para se encontrar com a mulher.

Os policiais seguiram com as investigações e descobriram que o pedreiro estava trabalhando na região norte de Rio Preto e utilizava o serviço de transporte público da cidade para se locomover.

Os policiais começaram a monitorar diariamente todas as linhas de ônibus que circulavam na região norte da cidade. Nesta quinta-feira, a polícia encontrou o acusado embarcando em um ônibus.

Ao ser abordado, a polícia mostrou o mandado de prisão contra ele, que negou qualquer crime e se apresentando como outra pessoa. Os policiais então prenderam o pedreiro, que deve ser transferido para o Mato Grosso. A mulher e a filha dele não foram localizadas pela polícia.


Mais sobre Polícia