Geral

Assistência Social começa setembro estimulando idosos a preservarem suas memórias



Na primeira semana de setembro, idosos atendidos pelo Programa CDI (Centro Dia Idoso), que funciona no CCI (Centro de Convivência do Idoso) “Maria Vitória Carvalho de Ávila”, no Bairro Christiano Carvalho; e o CCI (Centrs de Convivência do Idoso) do CEUs (Centro de Artes e  Esportes Unificados) “Professora Eunice de Souza Spindola”, do Bairro Jardim Universitário, receberam em suas casas, a primeira Apostila de Estimulação da Memória, intitulada “Minha Memória vale Muito!”, confeccionada pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano.

A iniciativa piloto no Município busca preservar, principalmente, os vínculos das equipes para com as pessoas idosas, visto que o idoso é um dos públicos que mais está sendo atingido com o isolamento social e que, obrigatoriamente, não pode conviver com aglomerações e deve evitar o deslocamento até os serviços, de modo geral.

“A apostila busca proporcionar formas de praticar e usar a mente, com atividades de interação, concentração e até mesmo trocas de ideias com aquele familiar que esteja vivendo na companhia do idoso, nesta época tão delicada que estamos enfrentando”, afirma o Chefe de Gabinete, André Rebor.


Mais sobre Geral